Moderadores

Bruno Tabosa Vieira

Mediador certificado pelo ICFML - Instituto de Formação e Certificação de Mediadores Lusófonos (Portugal). Instrutor do curso de MEDIAÇÃO JUDICIAL tendo ministrado o referido curso para os servidores do TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO MATO GROSSO DO SUL, para o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAIBA, para o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO e para o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE ALAGOAS, onde desenvolveu treinamentos para servidores e professores de Direito das faculdades conveniadas com este Tribunal. Mestre em Gestão Pública para o desenvolvimento do Nordeste pela UFPE, especialista em Processo Civil, Constitucional e Tributário, Mediador com formação reconhecida pelo CEMAPE - Centro de Mediação e Arbitragem de Pernambuco. professor universitário no curso de Direito tendo atuado na UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA - UNIVERSO, UNIFAVIP - Faculdade do Vale do Ipojuca, FAPE - Faculdade Pernambucana e FAREC - Faculdade do Recife. Atua atualnente na UNIFG Laureat e FOCCA - Faculdade de Direito de Olinda, onde também atua como coordenador do curso de pós-graduação em Mediação e Arbitragem. Servidor do Tribunal de Justiça de Pernambuco onde atuou por oito anos no NUPEMEC respondendo pela capacitação e supervisão dos mediadores judiciais deste Tribunal. Atualmente está lotado na Coordenadoria Estadual da Família do TJPE. Quando advogado atuou nas áeras de família ectrabalhista. Mediador na Câmara de Mediação da FOCCA. Professor de especializações nas áreas de Direito, Administração Pública e Negócios. Professor do CERS com cursos online voltados para a gestão de conflitos: Mediação Extrajudicial, Arbitragem e Processo Arbitral e Mediação de Conflitos Trabalhistas. Palestrante.

Carlos Frederico Vasconcellos Monteiro Rosa

Professor Universitário, Doutorando em Direito, Mestre em DH, Vice-coordenador do programa virtus ufpe, Comissário de Polícia Civil. Possui especialização em Direito Penal e Processual Penal - Instituto Elpídio Donizetti, graduação em Direito - Faculdades Integradas Barros Melo e graduação em Gestão em Segurança Pública pela Universidade do Sul de Santa Catarina, especialista em Inteligência de Segurança Pública. Professor de Direito do Centro Universitário Joaquim Nabuco - UNINABUCO. Técnico em eletrônica pelo Instituto Federal de Pernambuco, com ênfase em informática, administração de sistemas e redes.

Danielle de Melo Rocha

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Pernambuco (1990), especialização em Cartografia Aplicada ao Geoprocessamento, Universidade Federal de Pernambuco ? UFPE (1994), mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (2000) e doutorado em Geografia e Ordenamento Territorial pela Universidade Paris, Sorbonne Nouvelle, França (2010). Experiência profissional centrada na atuação como gestora pública, consultora e formadora de técnicos de nível superior, voltada aos seguintes temas: planejamento urbano e regional, regularização urbanística e fundiária, urbanismo, planejamento e gestão, patrimônio histórico e cultural, planejamento estratégico e desenvolvimento urbano e territorial sustentável.

Jacqueline Augusta Lucena Caldas

Especialista (2012) em Direito Civil e Processo Civil na Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (ESMAPE), em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho (2006) pela Universidade Candido Mendes (Rio de Janeiro), com MBA (2018) em Cooperativismo pela Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Pernambuco (SESCOOP/PE) e a União Basiliense de Educação e Cultura (UBEC). É graduada (1990) em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Atua como Chefe de Secretaria do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) de Recife, no âmbito do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Integra o Conselho de Administração da Cooperativa de Crédito dos Servidores Públicos em Pernambuco (SICREDI). Atua como instrutora de Mediação Judicial certificada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Mediadora Judicial certificada pelo TJPE e Mediadora Extrajudicial certificada pelo Instituto de Certificação e Formação de Mediadores Lusófonos (ICFML) Com extensões universitárias nacionais e internacionais em Mediação e Conciliação (Universidade de Salamanca); Políticas públicas de pacificação de conflitos; Gestão de finanças pessoais (Banco Central) e Governança Coorporativa (Instituto Brasileiro de Governança Coorporativa - IBGC).

Manoel Severino Moraes de Almeida

Graduado em Ciências Sociais pela UFPE (1999), mestre em Ciência Política pelo PPGCP/UFPE (2004), graduado em Direito pela UNINASSAU (2014) doutorando em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco PPGD/UNICAP (2018). Ensino e pesquisa: Professor assistente I (2017) da Universidade Católica de Pernambuco ? lecionando Direito Constitucional, História do Direito e Teoria Geral do Estado. E da Especialização Latu Senso da UNICAP (2016). Coordenador da Cátedra UNESCO/UNICAP de Direitos Humanos Dom Helder Câmara (2017). Professor Universitário (2008/2017), lecionando no curso de Direito da UNINASSAU a disciplina de Direitos Humanos e Teoria Geral do Estado. Orientador de monografias de Especialização e Trabalhos de Conclusão de Curso na área de Direitos Humanos, Direito Internacional e Ciência Política. Professor visitante do Projeto de Extensão: Migrações, Mobilidades e Gestão Contemporânea de Populações (MIGRA) (UFPE). Pesquisas Concluídas com publicação: Relatório da Comissão da Memória e Verdade Dom Helder Câmara volumes I e II; Programa TV Direitos Humanos com três temporadas publicadas e Podcast Expressão Livre.  Experiência profissional em Direitos Humanos: Coordenador Geral do Programa Bolsa-Escola ? Secretaria de Educação do Recife (2001-2003). Assessoria ao Centro Dom Helder Câmara de Estudos e ação Social ? Cendhec (Projeto Saber Notificar/UNICEF) (2009/2010), Coordenador do Gabinete de Assessoria às Organizações Populares (GAJOP), 2010-2012. Membro Titular da Comissão da Memória e da Verdade Dom Helder Câmara (2012-2017).  Participação em Conselhos Nacionais e órgãos de assessoria: Membro Titular do Conselho Municipal de Direitos Humanos do Recife (2004); Membro Titular de Grupo de Trabalho sobre os Conflitos no Território Xukuru pelo Conselho Nacional de Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), 2003; Membro Titular do Conselho Nacional de Segurança Pública (2011-2012); Membro Titular da Comissão Nacional de Anistia ? Ministério da Justiça (2013-2016); Núcleo Docente Estruturante do Curso de Direito da UNICAP(2019). Grupo de Análise de Conjuntura da CNBB (2020);  Participação em associações: Diretor Cultural do IDHEC - Instituto Dom Helder Câmara; associado ao CENDHEC - Centro Dom Helder Câmara - Cendhec. Integra da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Pupulares (RENAP); Associado e fundador da Associação dos Juristas pela Democracia - ABJD. Publicações: É coautor de três livros em Direitos Humanos: Caso Vladimir Herzorg na Corte Interamericana de Direitos Humanos; Relatório da Comissão da Memória e da Verdade Dom Helder Camara volumes I e II. Capítulo de Livros e artigos: autor de 18 publicações especializadas em Direitos Humanos (na temática educação em direitos humanos, econômicos, sociais e culturais; justiça de transição e direito constitucional). E outros 17 artigos de opinião publicados em jornais. Advocacia: advogado e defensor de direitos humanos ? experiência em mediação de conflitos, advocacia internacional e especializada em direitos humanos. Consultor Jurídico. 

Marcelo Luiz Pelizzoli

Graduação em Filosofia (1990), Especialização em Ciência Política, mestrado em Antropologia Filosófica PUCRS (1993) e doutorado em Filosofia (2000), e pós-doutorado em Bioética. Atualmente é professor da Universidade Federal de Pernambuco, áreas de Ética prática, Saúde Coletiva (PICS), Direitos Humanos (Conflitos, Justiça Restaurativa...). Ênfase de estudos em Sujeito, Saúde mente-corpo, Cultura de Paz, Hermenêutica, Alteridade - Resolução de Conflitos- , epistemologia da saúde e ambiental. Formação internacional em Terapia Sistêmica Familiar, em Orgonomia (Reich), em CNV com M. Rosenberg, e em Círculos de Diálogo com Kay Pranis. Formação em Internal Family Sistems Therapy. Atualmente é membro do Grupo de Ciência e Cultura de Paz, e da Comissão de Direitos Humanos Dom Helder Câmara. Coordenador do Espaço de Diálogo e Reparação da UFPE. Coordenador do Núcleo de Justiça Restaurativa de Pernambuco.

Marcio Roberto Cavalcanti da Silva

Possui Graduação em Letras com habilitação em Língua Inglesa e Portuguesa pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e Bacharelado em Direito na Focca (2017). Mestrando em Direitos Humanos na UFPE (PPGDH). Atualmente é Comissário de Policia - Polícia Civil de Pernambuco, lotado na Diretoria de Tecnologia da Informação. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e Inglesa. Membro do Grupo de Pesquisa em Segurança Pública, Defesa Social e Direitos Humanos - Virtus. Atualmente é Instrutor nos Cursos de Formação na Polícia Civil de Pernambuco, Instrutor dos Cursos de Redação Oficial e Português para Elaboração de Textos no Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe) e na Escola de Contas Públicas de Pernambuco - TCE-PE. Ministra os mesmos cursos na Escola de Administração Fazendária. Além disso,tutor de cursos na área de Ensino à distancia da Secretaria Nacional de Segurança Pública e também no Cefospe, onde também é conteudista do Curso de Redação Oficial - EAD.

Maria Alexandra da Silva Monteiro Mustafá

Assistente Social pela Universidade Federal de Pernambuco. UFPE (1982); possui Mestrado em Serviço Social pela mesma universidade (1992), doutorado em Filosofia - Università Pontificia Salesiana de Roma (1999) e Pós-Doutorado em Sociologia na Universidade Roma Tre - Itália (2012-2013). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência em atuação junto aos movimentos sociais, (Movimento de Escolas Comunitárias, Movimento de Defesa dos Favelados, Movimento Popular Pró-Constituinte, Comunidade Eclesial de Base - junto à arquidiocese de Olinda em Recife, quando D. Hélder Câmara era bispo (Comunidades do Vietnam, Planeta dos Macacos e Vila dos Milagres), em âmbito local e nacional, desde a década de 80; tem experiência em Serviço Social de empresa pública na área de recursos humanos, tendo implantado o Serviço Social na FUNDAJ (Fundação Joaquim Nabuco - PE) em 1991. Atua na docência universitária, desde 1992, inicialmente na UFPB e, desde 1992 na UFPE, como professora na área de Fundamentos do Serviço Social, em nível de graduação (com as disciplinas Ética Profissional, Política de Assistência Social, Instrumental teórico-metodológico do SS e gerontologia social) e na pós-graduação (com as disciplinas: Matrizes da Teoria Social; Serviço Social Avançado e Questão Social e Serviço Social). Foi Chefe do Departamento de Serviço Social da UFPE, por duas gestões, até o ano de 20006; secretária da Abepss, na gestão 2006 a 2008 e Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Serviço Social da UFPE até outubro de 2009. É criadora e coordenadora do GEPE (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Ética, desde o ano de 2000), quando editou a (Revista Presença Ética), desenvolvendo pesquisas que abordam principalmente os seguintes temas: ética, direitos humanos, serviço social, projeto ético-político do S.S. e exercício profissional, movimentos sociais e políticas sociais (incluindo-se aí pesquisas sobre o PETI- Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e o Projovem). Coordena o Intercâmbio entre o Serviço Social Brasileiro e o Italiano, tendo sido promotora do convenio bilateral entre a Universidade Federal de Pernambuco e a Universita` degli Studi Roma TRE e a Università di Milano Bicocca, sendo promotora do já bienal Encontro Internacional de Ética, Pesquisa Social e Direitos Humanos. Faz parte do Conselho Científico do Progetto MImprendo, da Prefeitura (Comune) de Roma e está desenvolvendo a pesquisa bilateral Desigualdade estrutural, desigualdades sociais e direitos humanos?, no âmbito do PRINT (Projeto de Internacionalização do SS do Programa de Pós-graduação em SS da UFPE, a partir do qual desenvolveu a Missão de Trabalho na Itália,em outubro de 2019, nas cidades de Milão, Veneza e Roma. É coordenadora do acordo bilateral entre a Università Ca?Foscari di Venezia e o Departamento de Serviço Social da UFPE. Desenvolve um intercâmbio inter-institucional com a UECE, a partir da realização do Curso ?Ética, Ideologia e Mídia: combate ao conservadorismo no SS e na Sociedade?, em 2017. É membro do Conselho Editorial da Revista Argumentum. Está realizando o Curso Binacional de Serviço Social, para italianos e brasileiros, em parceria com as professoras Salyanna Souza (UFES) e Gisele Anselmo (UERN), curso este inaugurado com a Missão de Trabalho do PRINT. É membro da Associação Internacional de Escolas de Serviço Social ? Iassw/Aiets e candidata a membro da diretoria para as eleições de 2020.

Maria de Fátima Galdino da Silveira Cavalcanti

Possui Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (1990), Mestrado em Biofísica e Radiobiologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1996) e Doutorado em Ciências (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2004). Professor associado da Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de Morfologia, com ênfase em Anatomia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: hormônios tireoideanos, desenvolvimento animal e prenhez. Atualmente tem desenvolvido trabalhos nas linhas de Direitos Humanos, Humanização e Cultura de Paz, neste último coordena projeto de pesquisa e extensão.

Maria José de Matos Luna 

Possui Graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (1982) e Mestrado em Letras pela UFPE(1996); Doutorado, em regime de co-tutela, Faculdade de Letras da Universidade do Porto e Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco(2007). Foi Coordenadora da área de Língua Portuguesa, Coordenadora de Monitoria do Departamento de Letras da UFPE e Editora Executiva da Editora Universitária (2004-2009), foi Vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos D. Hélder Câmara da UFPE (2009-2012). Foi membro da Comissão Diretora do Departamento de Letras da UFPE. Foi Diretora da Editora da Universitária da UFPE (1999-2015) É Presidente da Comissão de Direitos Humanos D. Helder Câmara da Universidade Federal de Pernambuco. Foi Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos da UFPE. Tem experiência na área de Língua Portuguesa nos níveis Fundamental e Médio e no Ensino Superior, com ênfase em Linguística, Letras e Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua portuguesa, produção de texto/ redação no vestibular/ formação de professores/ Direitos Humanos, Cultura de Paz e Justiça Restaurativa. Tem quatro livros publicados, um deles em 2a. edição, pela Editora Universitária da Universidade Federal de Pernambuco - A redação no vestibular a elipse e a textualidade, e outras publicações - artigos, capítulo em livros, revistas científicas , tem vários livros organizados sobre Direitos Humanos e vários artigos publicados na área de Direitos Humanos relacionados à Cultura de Paz. Vem participando de Comissões, Conselhos máximos da Universidade Federal de Pernambuco - Conselho Departamental do Centro de Artes e Comunicação, Conselho Coordenador de Pesquisa e Extensão, Câmara de Graduação, Câmara de Pós-Graduação e Conselheira do CCEPE e do Conselho Universitário da UFPE. Atualmente, é Coordenadora do Curso de Língua Portuguesa do Departamento de Letras da UFPE, atualmente, Presidente da Comissão de Direitos Humanos D. Helder Câmara da UFPE, Coordenadora do Curso de Língua Portuguesa do Departamento de Letras da UFPE, Membro da Comissão de Ética da UFPE através do Espaço de Diálogo e Reparação. É membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos. É membro do Conselho Departamental do Centro de Artes e Comunicação. (2017-2019).

Morgana Nascimento

Possui graduação em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (2000). Especialista em Direito Público. Atualmente é advogada da Universidade de Pernambuco e Mestra em Direitos Humanos na Universidade Federal de Pernambuco.

Sandro Cozza Sayão 

Possui graduação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande (1996), Especialização em Educação à Distância pela UFMT, Mestrado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (1999), Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2001) e Doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006). Atualmente é professor Associado II do Departamento de Filosofia do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Pernambuco. Atua nos programas de pós-graduação strictu senso em Filosofia e em Direitos Humanos. É Coordenador do Curso de Especialização em Direitos Humanos da UFPE, Coordenador Setorial de Extensão do CFCH e Coordenador do Grupo VIRTUS: Defesa Social, Segurança Pública e Direitos Humanos da UFPE. Coordena ainda os projetos de Extensão Eureka: meios heurísticos e a construção do novo e VIRTUS WEB, ambos aprovados e com financiamento. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia Contemporânea, Ética, Ética da alteridade, Filosofia da educação, Direitos Humanos e educação ambiental. Atualmente trabalha diretamente com temas ligados aos agentes de Defesa social e Segurança Pública -Polícia Civil e Militar - do Estado de Pernambuco. Nesse contexto, tem se dedicado a estabelecer os vínculos que colocam todas essas questões direcionadas à salvaguarda da vida e o zelo pelos Direitos Humanos. Tem diversos trabalhos orientados tanto à nível de especialização, mestrado e doutorado na sua maior parte em Direitos Humanos e em Filosofia.

Wellington Lima de Andrade

Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (2017). Especialista em MBA Gestão de Tecnologia da Informação pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (2013). Bacharel em Secretariado pela Universidade Federal de Pernambuco (1999). Atualmente é secretário do Espaço de Diálogo e Reparação e voluntário da Comissão de Direitos Humanos Dom Helder Câmara, ambos da UFPE.